quinta-feira, 4 de julho de 2013

Chinês projeta pornô 'proibido' sem querer em telão de estação

Funcionário distraído acabou transmitindo
pornô em telão de estação por 10 minutos.
(Foto: Reprodução/YouTube/xiau wu/G1)
Os passageiros que esperavam um trem em uma estação da província de Jilin, na China, foram surpreendidos quando uma das telas gigantes das instalações começou a projetar um filme pornográfico devido à distração de um funcionário da manutenção.

O trabalhador, de sobrenome Iuane, não percebeu que seu próprio computador, no qual acreditava ver sozinho o filme erótico enquanto consertava a tela da estação, estava conectado à tela, publicou nesta terça-feira o jornal oficial "Global Times".

A distração pegou desprevenidas centenas de passageiros, que assistiram a várias cenas do filme, e registraram a cena em vídeos que acabaram enviados para a web.

Dez minutos depois, a concessionária da tela chamou a atenção do distraído para que desligasse o computador do aparelho, e o trabalhador, assustado, reagiu jogando o DVD por uma janela.


Apesar do desespero de Iuane e de sua reação ao saber do erro, a imprensa oficial informa que a polícia começou uma investigação sobre o assunto, e o trabalhador pode ser condenado a até dois anos de prisão se as autoridades considerarem que divulgou pornografia, segundo a lei chinesa.

Além disso, o filme, baseado no clássico da literatura erótica chinesa "A ameixa na jarra de ouro", está proibido na China continental.

Embora o romance tenha sido considerado pornográfico e tenha sido proibido durante séculos, a obra anônima já é acessível na China e chegou a ser traduzida para o inglês em 1939.

As autoridades mantêm a proibição sobre o filme, produzido em Hong Kong, que consideram "muito mais explícito", o que pode representar um problema ainda maior para o funcionário distraído.

Assista ao vídeo com o momento abaixo:


Leia mais em: G1.com