sábado, 29 de dezembro de 2012

Vereador troca terno e gravata por chapéu de palha e enxada

O vereador de Arapiraca (AL) João dos Santos (PMDB) se comportou de forma inusitada no encerramento de seus trabalhos legislativos na última quinta-feira (27). Surpreendendo os vereadores presentes, ele quebrou o protocolo na última sessão ao retirar a roupa social que vestia e trocá-la por uma que lembra a de sua antiga profissão de agricultor.

Vereador abandonou o terno e a gravata em último dia de sassão na Câmara de Arapiraca e volta a ser agricultor.
(Foto: Reprodução/Cláudio Roberto/VC no G1)

É tradição dos políticos retirar o paletó e a gravata para deixá-los no encosto da cadeira. Mas, João dos Santos foi além. Retirou o sapato e calçou uma galocha, pegou uma enxada e uma cesta de cipó. Ele disse que estava vestido como um homem do campo.

Santos explicou aos colegas que sua atitude era simbólica, uma vez que estava deixando a roupa de trabalho para o seu sucessor, Sérgio do Sindicato (PPS), que foi apoiado por ele e também foi seu assessor parlamentar.

“Quando cheguei aqui, há oito anos, vim na condição de agricultor, porque ocupava a presidência do Sindicato dos Trabalhadores e logo que retomei posse e assinei o livro, deixei de ser um agricultor para ser um político. Hoje, faço o inverso, deixo a vida pública nesta Casa, para retornar às minha origens como presidente de uma entidade de classe”, disse o vereador.

João dos Santos ainda disse, ao deixar o plenário, que não estava faltando com respeito aos demais vereadores presentes ou mesmo quebrando o decoro, pois estava fazendo um gesto simbólico ao tirar a roupa que usou como parlamentar durante oito anos.

O vereador, que não concorreu nas últimas eleições, permanece na Câmara Municipal de Arapiraca até o próximo dia 31.

Com informações do G1 e da TV Gazeta de Alagoas