quinta-feira, 28 de junho de 2012

Escola usa modelos seminuas pra dar aula de línguas

Uma escola chinesa recrutou uma pá de modelos, tirou parte das roupas delas e resolveu que elas se sairiam bem dando aulas de mandarim para estrangeiros. 
A tal escola se chama SexyMandarin e, como era de se esperar, provocou a ira das feministas. 


Usar gostosas pra ensinar mandarim pela internet se mostrou um verdadeiro negócio da China.
(Foto: Reprodução/FHM)

Mesmo assim, sob a orientação da gostosíssima professora Kaoru Kikuchi, que é formada pela universidade inglesa de Nottingham, a SexyMandarin vem provocando furor na internet.Kikuchi, além de professora, também é modelo e arquiteta e defende que os estrangeiros devem aprender mandarim com supervisão e, se possível, de um modo menos formal.  

- Se você pega uma cartilha com todos aqueles caracteres chineses, isso é de deixar qualquer um intimidado. Só que, se você começa de um jeito mais coloquial, com trechos mais sensuais, a história muda completamente de figura. 

O slogan da escola é "aprendendo mandarim de um jeito não convencional".  

Ninguém pode negar que não seja. 

Leia mais em: R7.com