quinta-feira, 29 de março de 2012

Vigário dá entrada em hospital com batata no reto

O pessoal que estava trabalhando no Northern General Hospital de Shettfield, na Inglaterra, jamais vai esquecer da fatídica noite em que um vigário da comunidade local entrou na sala de emergência e, com seu andar meio cambaleante, contou a todos que havia uma batata entalada em seu ânus.
O clérigo contou aos médicos que levou um escorregão enquanto — pelado — instalava as cortinas na cozinha de sua casa e caiu sentado em cima do tubérculo.


Ele contou para as enfermeiras que escorregou e caiu sentado no tubérculo comestível.
(Foto: Reprodução/Sciencemag.org)

O pobre homem, embaraçado, disse ao pessoal que o atendeu que, por mais que possa parecer o contrário, o acontecimento não foi fruto de um jogo sexual que não saiu conforme o esperado. 
Trudi Watson, enfermeira do hospital, foi entrevistada pelo jornal The Sun  e confirmou a história que o vigário contou.
- Ele explicou para mim, muito sinceramente, que ele estava pendurando as cortinas, nu, em sua cozinha quando caiu de costas em cima da mesa da cozinha e em cima da batata. Porém, não é meu papel aqui refutar a história. Ele teve que ser submetido a uma cirurgia para que ela [a batata] fosse retirada. 
Watson diz que não é a primeira vez que isso acontece e que nos arquivos do hospital, a batata é apenas uma entre as várias coisas estanhas que encontraram o mesmo fim. Segundo ela, já houve gente que chegou lá hospedando as mais diversas coisas em suas cavidades inferiores. Coisas como, por exemplo, uma lata de desodorante, um pepino, uma bonequinha russa e até um cravo de defunto. 
A enfermeira também usou o espaço concedido pelo jornal para pedir às pessoas que parem de fazer esse tipo de coisa. 
- Meu conselho? Não façam isso. Pode ser muito perigoso e é uma ameaça à vida em potencial. Uma cirurgia pode levar à uma infecção, acarretar cicatrizes feias e pode levar uma pessoa a ter que usar um saco de colostomia. 

Leia mais em: R7.com